Vídeo

Galeria

Visitas para Grupos

A Companhia das Lezírias disponibiliza visitas guiadas para empresas e grupos, que permitem usufruir de momentos únicos de lazer e de contacto com a natureza ao mesmo tempo que se toma contacto com actividades rurais e com a biodiversidade da Zona de Protecção Especial (ver Pequena Companhia).

Para desfrutar destes privilégios, temos à sua disposição visitas que abrangem os vários sistemas produtivos da Companhia das Lezírias:

  • A floresta: a presença do montado - sistema agro-florestal (sobreiro e pastagem), de pinhais (pinheiro bravo e manso) e eucaliptais, permitem conhecer quatro das principais espécies florestais do país, os seus sistemas de exploração e a biodiversidade associada; observação do descortiçamento durante os meses de Julho e Agosto;
  • A pecuária: Criação bovina para produção de carne, em pastagens permanentes para alimentação do gado em modo biológico. Observação da condução e maneio das vacadas pelos campinos;
  • O olival: em modo de protecção integrada; sistemas intensivo e super intensivo para produção de azeitona para azeite;
  • A vinha e o vinho: todo o sistema produtivo se encontra presente na Companhia. Vinha para produção da uva que é apanhada com técnicas modernas, complementada com a tradicional vindima manual. Processamento na nossa adega de Catapereiro para produção do vinho da Companhia que dispõe de sala de provas;
  • O arroz: sendo uma das produções mais antigas da Companhia das Lezírias, enquadra-se numa agricultura moderna com preparação do terreno por tractores com laser e sementeira por avião. A produção também é em sistema de produção integrada;
  • Culturas anuais de regadio: mais de 400 hectares de área regada por sete pivots, onde é possível observar culturas forrageiras permanentes em modo biológico, culturas hortícolas e culturas anuais de Outono/Inverno e de Primavera/Verão em função da estação

A Companhia das Lezírias está integrada, numa pequena parte, na Reserva Natural do Estuário do Tejo e, em grande parte, na Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo, pelo que todas as actividades produtivas e/ou agro-turísticas decorrem de forma a manter a sustentabilidade dos habitats naturais e a necessária tranquilidade de todas as espécies.